PSDB garante prévias para até o próximo domingo

Em nota, o partido afirma que ainda aguarda manifestação da empresa contratada, a Faurgs (Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul), para saber se o pleito deve continuar por meio do aplicativo desenvolvido pela empresa. “Se, até esta terça-feira, ela [Faurgs] não oferecer garantias concretas de viabilidade e robustez da solução contratada, o PSDB adotará tecnologia privada para concluir o processo de prévias. Em qualquer alternativa, a integridade do processo eleitoral será rigorosamente observada”, diz a nota. Há ainda possibilidade de simulação de votação à partir das 12h de terça (23).

O governador do Rio Grande do Sul, no entanto, desmente a nota e se preocupa com a possibilidade de contratação de uma nova empresa. A sigla estaria negociando com a Webvoto a mesma que desenvolveu o aplicativo das eleições da OAB-DF.PUBLICIDADE

“Eu não sabia que tinha nota. Não há nenhum consenso. A nota está equivocada. […] Não houve acordo de uma ferramenta que não se conhece. Não há tempo para avaliar as condições técnicas dessa nova ferramenta. Não sabemos nem se o que aconteceu, se houve ataque hacker e têm muitas perguntas no ar que podem levar à ilegitimidade do processo. Eu esperava que hoje se resolvesse, fui o único candidato, não estive presente nas reuniões, havia representantes, mas eu não negociei nada”, afirmou o gaúcho.

O presidente da sigla, Bruno Araújo, no entanto, desmente que Eduardo Leite não havia sido consultado. “Eu já tinha tido com o governador do Rio Grande do Sul e já estava autorizado. Tinham mais de oito pessoas presentes e estava conversado. Pode até ter havido uma mudança de posição, mas, obviamente, eu não sou nenhum leviano e, com a responsabilidade que tenho, com tudo isso que estamos vivendo, está fazendo qualquer tipo de entendimento esse sem ter conversado”, afirmou.https://98e01bc227eaf17d24318b19b30c36a2.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Processo fatiado

Uma das formas discutidas, para que o processo tenha conclusão até domingo, é fazer um fatiamento dos grupos para as votações. Paira sob a sigla a possibilidade do múltiplo acesso ter derrubado o aplicativo e, com isso, a pane foi detectada. O fatiamento seria feito por dia, até domingo. O maior grupo de 400 mil filiados, seria o primeiro a ser contemplado. Em seguida, o grupo de prefeitos e vice-prefeitos e assim por diante.

Fonte: Quidnovibrasil/Correio Braziliense