Licitação no Detran-DF: o xeque-mate do rei

Por Mino Pedrosa

Nesta sexta-feira (09), que não é 13, portanto, será dia de sorte para o cientista político, Antônio Lavareda e sua empresa CC&P (Cia de Comunicação e Publicidade). No jogo de cartas marcadas, tradição nas licitações comandadas pelo secretário de comunicação do Distrito Federal, Weligton Moraes, (vulgo Baiano), vai entregar sob medida R$ 17.000.000,00 (dezessete milhões de reais) por ano para compensar Lavareda por seus trabalhos para o então candidato a governador, Ibaneis Rocha (MDB-DF).

Lavareda cobrou a fatura chegando a ser contemplado na Companhia Imobiliária de Brasília (TERRACAP), porém, um erro na planilha financeira tirou-o do páreo perdendo para a Nacional Comunicação e Marketing, de Paulo de Tarso e Fausto Macedo, esse, ex chefe do secretário de educação, Leandro Cruz que apadrinhou a empresa do seu ex chefe também no governo de Ibaneis. Leandro está atrelado com a Nacional desde o Ministério do Esporte onde foi ministro. O Secretário de Comunicação está contemplando Lavareda para compensar o deslize na licitação da TERRACAP.

A publicidade do Detran também vai mudar de comando e sob as bênçãos de Baiano ficará sob a gerência da empresa do cientista político. No entanto, nesta licitação do Detran certamente haverá uma enxurrada de recursos pois a comissão julgadora é manipulada pelo secretário de comunicação. Vale a pena ressaltar que amanhã será o grande dia para a CC&P de Antônio Lavareda. Se tudo correr como é esperado por Weligton e o Governador.