PMs presos por grilagem se passaram por agentes da PCDF para extorquir

Dois dos policiais militares investigados por grilagem de terras no Sol Nascente já haviam sido presos pela Polícia Civil do Distrito Federal em setembro de 2017. Agnaldo Figueiredo de Assis e Jorge Alves dos Santos se passavam por agentes da PCDF para extorquir traficantes. A investigação foi conduzida pela 26ª DP (Samambaia).

Segundo o delegado Eduardo Galvão, à época, os PMs arrecadaram mais de R$ 13 mil dos traficantes, além de apreender drogas e revendê-las. “Eles tinham informantes infiltrados no tráfico que repassavam dados sobre as negociações e onde estavam estocados os entorpecentes. E usavam isso para tomar tudo deles”, explicou.

Na casa de um dos PMs presos foi encontrado um distintivo da Polícia Civil. Além dos militares, outras pessoas foram presas na ação. A PCDF batizou a operação de Extorsor.

 

Fonte: Quidnovibrasil/Metrópoles